Defesa e promoção de direitos usando os direitos humanos

A Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948 (DUDH) é o documento precursor sobre os direitos humanos. O preâmbulo da DUDH diz que "todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos". Portanto, os direitos humanos são universais. Alguns cristãos dizem que isso se deve ao fato de que todos os seres humanos são feitos à imagem de Deus e, portanto, possuem o mesmo valor e os mesmos direitos.

Podemos usar os direitos humanos como base para o desenvolvimento exigindo que os recursos existentes sejam compartilhados de forma mais igualitária e ajudando as pessoas que vivem na pobreza a fazerem valer os seus direitos a esses recursos. Isso é diferente de usar as necessidades humanas como base para o desenvolvimento, que se concentra em garantir recursos adicionais para a prestação de serviços às pessoas que vivem na pobreza.

A abordagem baseada nos direitos é explicitamente política e fundamentada nas obrigações legais / éticas, enquanto que uma abordagem baseada nas necessidades é motivada por intenções caridosas. Muitas organizações podem estar realizando um trabalho de defesa e promoção de direitos baseado nos direitos sem perceber ou sem chamá-lo dessa forma.

Os direitos humanos podem ser usados em casos individuais de abusos dos direitos humanos, em ações coletivas e como base de apoio para qualquer projeto ou programa de defesa e promoção de direitos. Os quadros de direitos humanos podem ser usados na defesa e promoção de direitos, de acordo com o âmbito em que a defesa e promoção de direitos estiver sendo realizada.

Um recurso de direitos humanos para os trabalhadores de base de desenvolvimento.